10 de jan de 2015

Revenge - 3 - I Feel It



"Eu sou amiga dos monstros que moram debaixo da minha cama, me dou bem com as vozes dentro da minha cabeça, pare de tentar me ajudar, eu não sou maluca, é só a minha mente tentando pregar uma peça"
Miami 6:02 AM - Katherine Candyman
Acordei com meu celular tocando sua música irritante de sempre, fiquei deitada até me dar coragem de levantar, e ai me lembrei mais um sonho com o Bieber, balancei a cabeça negativamente e me levantei, tomei um banho rápido e coloquei uma calça qualquer um uma jaqueta, amarrei meu cabelo em um rabo de cavalo, coloquei um tênis e fui correr, corri pelo mesmo caminho de sempre, depois disso fui pra uma cafeteria que tinha perto de casa e pedi um suco, voltando pra casa tomei mais um banho pra tirar o suor do corpo, coloquei uma roupa qualquer e fui para o shopping, precisava "renovar" meu guarda-roupa pra quando eu voltasse, comprei as lingeries mais "sexys" da loja, comprei de tudo sapatos, vestidos, blusas, shorts, depois disso voltei para casa, ouvi meu celular apitar com uma mensagem de um número desconhecido 
"Saudade suas gata XOXO Khami"
Khamille não cansa de mudar de celular meu deus, todo iphone que lança ela compra virou vicio já, respondi a mensagem dela, e como não tinha o que fazer fui dormir
Atlanta 11:34 AM - Justin Bieber
Mais uma vez eu estava me afundando nas drogas por que? Simples, mais uma vez eu amei sem perceber, amar é a pior coisa que existe primeiro a Sarah e agora a Katherine, mas eu sinto que ela vai voltar porque ela não é a Sarah, pensando nisso lembrei do dia que eu chamei ela de Sarah e ela ficou louca então as lembranças vagaram pela minha cabeça 
"Cheguei no galpão, e quando abri os portões me deparei com a Katherine sentada na minha cadeira e o imprestável do Chris mexendo nos esquemas
-O que ela faz aqui?-perguntei me segurando para não explodir
-Ela me rastreou-ele disse simples
-Ah sério?-perguntei debochado, normal da Katherine
-Hum sério, aliás ela descobriu a senha da joalheria que eu estava tentando a meses, qual é eu ainda não entendo por que não deixa ela nos ajudar-ele disse
-É Drew vai deixar eu ajudar?-ela de manifestou
-Não-disse rápido
-Eu não entendo o porque- ela disse
-Porque não-disse 
-Mas eu quero ajudar Justin-ela disse puta merda ela não desiste 
-Já disse não-disse perdendo a paciência 
-Mas Justin...
-SARAH EU DISSE NÃO-droga, desviei o olhar e quando voltei a olhar pra ela ela estava vermelha
-Sarah?- ela riu debochada- por favor, eu me chamo Katherine, KATHERINE, me desculpa mas eu não sou a sua amada Sarah e nem quero ser mas cuidado Bieber por que um dia eu vou me cansar de você e vou fazer o mesmo que ela, E VOCÊ NÃO VAI SER NINGUÉM,NINGUÉM E VAI SE AFUNDAR NAS SUAS DROGAS E CONVERSAR COM OS SEUS AMIGOS ASSASINOS QUE SÓ VOCÊ VÊ ENTÃO ABAIXA A BOLA-as lágrima desciam de seus olhos fazendo eu me sentir culpado-e quando esse dia chegar eu espero não derrubar uma lágrima por você e se eu derrubar que seja uma e a última, porque você faz todos sofrerem mas quem merece sofrer é você-ela virou de costas e foi embora"
A última lágrima, eu me lembro daquela maldita lágrima que quebrou o meu coração, mais lembranças vinham
"Eu estava drogado completamento louco, recebi uma mensagem de um número desconhecido 'cuida do que é seu Bieber,se bem que já é tarde dua namoradinha está ficando com um dos seus inimigos' desliguei meu celular e fui embora pra casa, entrei em casa e Katherine estava sentanda no sofá assim que viu que era eu vi um sorriso aparecer em seus lábios e ao mesmo tempo sumir quando deve ter visto meu olhos que deveriam estar vermelhos
-VAGABUNDA-disse com raiva fazendo uma interrogação aparecer na sua cara como se não estivesse entendendo nada, não deixei ela se explicar, bati nela socos, chutes eu só via ela se encolher e pedir por favor e para mim parar, mas eu não estava nem ai eu estava com raiva, lágrimas desciam pelo seu rosto ago todo vermelho pelos tapas, então eu percebi o que estava fazendo, me afastei dela sentindo culpa muita culpa, olhei pra  ela e podia ver em seus olhos desespero, medo e tristeza, um monstro era isso que eu estava me sentindo, ela passou a mão pelo rosto e sua feição de meiga foi pra indecifrável, seus olhos de azuis claros foram pra escuros, raiva era isso que eu via em seus olhos, ela se levantou e olho pra mim suspirando subiu as escadas e entrou dentro do quarto, corri até lá tentando entre mas a porta estava trancada
-Kath me desculpa, amor abre a porta, me desculpa abre por favor, eu me sinto culpado-desci as escadas e me sentei no sofá, vi o pessoal entrar pela porta sorrindo e quando me viram pararam de sorrir
-O que aconteceu Bro? -perguntou Ryan
-Eu-Eu bati na Kath-disse sentido como se algo esmagasse meu coração 
-VOCÊ FEZ O QUE?-perguntou ele exaltado
-Calma Ryan-disse Alfredo
-CALMA?ELE BATEU NELA DENOVO, ele olhou pra parede vendo o sanguee pude ver ele fechar os punhos
-BATEU NELA ATÉ SANGRAR? O QUE VOCÊ TEM NA CABEÇA?-Barulhos vinham da escada e todos olharam pra lá, Katherine estava com malas? Com os olhos inchados o rosto vermelho a boca cortada e algumas partes sangrando, Ryan olhou pra mim e ajudou ela com ad malas, levando até o taxi, ela se despediu dos garotos e quando ela ia sair pelo portão eu a segurei
-Kath me desculpa, eu não queria...
-Você nunca quis Bieber, eu aceitei por tanto tempo e todas as vezes você não queria, você se arrependeu, dói ne? Se sentir culpado?-eu assenti sentindo meus olhos arderem eu iria chorar- sabe o que dói mais? Apanhar e continuar amando a pessoa que te bate, saber o quando te faz mal mas ao mesmo tempo parece fazer bem, mas é só coisa da sua cabeça, porque nunca me fez bem, nunca, agora eu entendo a Sarah, mas por favor não se afunde nas drogas não sabe o quanto dói te ver mal
-Você não vai ver, vai estar longe-eu não chorava mas sim soluçava- olha o que fez comigo, me destruiu Katherine você é a minha droga eu não posso viver sem você, eu sou dependente de tudo o que te pertence, não vai por favor
-Olha o que fez comigo, eu não posso viver com você , não sou sua droga sou seu saco de pancadas mas relaxa tem muitas  clinicas de reabilitação, eu tenho que ir
-Katherine, eu te amo
-Tarde demais- ela disse e eu vi uma lágrima descer pelo seu rosto apenas aquela e mais nenhuma ela se virou e entrou dentro do carro e quando ele sumiu de vista meu desespero apareceu, eu cai de joelhos no chão, pra falar a verdade eu estava sem chão sem motivos pra viver, eu só queria ela de volta e faria cada minuto valer a pena"
Ela me deixou que nem a Sarah mas elas são diferentes a Sarah é fria e sem coração a Katherine é doce e meiga, e eu sinto que ela vai voltar pra mim, voltar por um recomeço
-Za?-falei o procurando
-Fala Bro- disse ele aparecendo como se fosse magia
-Você acha que ela voltaria?-perguntei curioso
-Ca entre nós Drew, acho que seu futuro ta guardado Bro- disse ele desaparecendo logo em seguida
-Ela vai voltar sim, eu acredito que sim, eu sinto isso
Oi oi oi, olia eu aqui, sai do castigo pessoas e bem daqui em diante eu vou começar a postar Revenge nos sábados e TCOF nos domingos pq eu estou trabalhando, e a Maah concordou então, bom espero que gostem pq estou fazendo umas mudanças, a e respondendo uma pergunta ( eu fui numa festa bebi pakas e tive coma alcoólico por isso fiquei de castigo)Kisses and Hugs, Duda 

Um comentário: