17 de jan de 2015

One Shot - Harry Styles

ONE SHOT - HARRY STYLES

"Por mais que louco você seja eu amo a sua loucura..."


Porque sempre ele fazia isto comigo? Quando penso que tudo poderia dar certo novamente ele sempre estraga a oportunidade.
Meus olhos que antes lacrimejavam, escorriam toda a tristeza e arrependimento que havia dentro de mim. Eu o amava, com todas as minhas forças, mas não era fácil de se lidar com suas mudanças repentinas de humor. Do outro lado ouvia-se o barulho da maçaneta se manifestar, seco minhas lagrimas rapidamente e me levanto fugindo para o banheiro e me trancando naquele ambiente que pairava calma.
? – ouvi-o chamar porem o ignorara completamente. – abra está porta, vamos conversar... – pediu-me e mais uma vez eu o ignorava. –
Me sentei naquele chão frio e sem vida alguma e abracei minhas pernas enterrando minha cabeça dentre elas. Pus-me a desabar em lagrimas ali ao chão, enquanto ouvia suas batidas na porta insistentemente. Tudo o que eu apenas queria, era que não fosse tão grosseiro comigo e me tratasse mal, ele sabia que isso feria-me de verdade mas porque continuará a fazer?
Sempre quando o perdoara ele prometia não fazer mais, mas tudo ficara fora de cogitação, ele já não era o mesmo de antes, ele nunca me tratava de tal forma que chegasse ao ponto de me fazer chorar.
me desculpe. – o ouvi suspirar do outro lado da porta, não manifestei-me em responder apenas queria o ouvir. – sei que deve estar pensando que sou um imbecil! – o ouvira rir sem humor algum, suspirei levantando a cabeça pelo menos nesta parte ele estava certo. – deve estar a pensar que sou exagerado e tudo mais... porém não, eu faço tudo isso porque eu a amo, lembra-se no dia de nosso casamento? – ele fizera uma pausa. – durante a cerimônia na praia você disse que eu a fazia a mulher mais feliz do mundo, agora vejo o quanto isso mudou... ao invés de ser motivos de seus sorrisos, sou o motivo das suas lagrimas, sou o motivo das suas noites em claro se lastimando tudo por culpa minha. – dissera ele soando com a voz embargada e falha, apenas o ouvia atentamente. – durante todos esses anos nossa relação mudou muito, mas que mesmo pisando feio na bola, brigando e gritando com você, sempre esteve junto a mim e nunca desistiu de mim um segundo sequer, e eu como um cego nunca percebi este lado, me perdoa pequena? Me perdoa por tudo que fiz e todos os erros que cometi? – pediu ele e eu pudera ouvir claramente sua voz falhar ao dirigir as palavras a mim e eu mordi os lábios hesitante, meu coração pulsava e ansiava por dizer sim porém meu cérebro dizia o contrário. –
Me levantei daquele chão frio e parei em frente ao espelho e fiquei a encarar meu reflexo deprimente, sequei minhas lagrimas respirando fundo e caminhei em direção a porta e pus a mão sobre a maçaneta e a girei vagamente destrancando a porta.
E puxei a porta devagar e o vi ali, seus olhos lacrimejavam e seus cabelos desgrenhados, não deixei que uma palavra fosse dita e o tomei num abraço e ele me apertou contra seu corpo, como se não nos víssemos há tempos.
— me desculpe. – pronunciou ele ainda me apertando, deixei que seus lábios tocassem os meus e envolvi sua nuca me entregando a ele de vez, suas mãos contornavam minha cintura de modo que não deixasse cogitar em nada. –
— prometa a mim que nunca fara nenhuma besteira novamente? – sussurrei ao afastar seus lábios do meu, ainda recuperava todo meu folego que ele tomara de mim. –
— eu... – eu o ouvi suspirar e desviar o olhar do meu por frações de segundos. – eu vou tentar me controlar por você. – dissera ele e eu toquei seu rosto com minhas mãos atraindo sua atenção para mim. –
— Harry... prometa por mim! – ele mordeu os lábios e trancou os olhos por alguns míseros segundos e logo voltara a me fita. –
— eu não vo... – ele mesmo se interrompeu passando a língua sobre os lábios. – tudo bem eu prometo, eu prometo que não vou fazer nada que prejudique nosso relacionamento. – dissera fitando-me nós olhos e eu o abracei afundando meu rosto na curvatura de seu pescoço e sentindo seu perfume invadir minhas narinas enquanto sentia-o afagar meus cabelos. –
Levei meus lábios ao encontro dos seus laçando-o com um beijo intenso, sentira-o apertar minha cintura e puxar-me colando mais nossos corpos, sem que percebe-se arfei durante o beijo.
Seus lábios desceram ao meu pescoço traçando cada centímetro do mesmo desde o meu ombro, onde suas mãos tocaram afastando a alça de minha blusa e beijando aquela região. Logo aquela regata estivera jogada ao chão. Enquanto beijávamos com ternura e paixão. Suas mãos exploravam cada parte de meu corpo tornando o clima mais quente, tropeçávamos sobre nossos próprios pés e algumas peças de roupa, até que conseguíssemos se chocar contra o colchão macio daquela cama. Seu corpo por cima do meu cobria-me tornando-se a minha proteção desde então meu refúgio do mundo cruel a fora. Minhas mãos contornavam sua camiseta mas logo era só mais uma peça desnecessária naquele momento que estava jogada no chão.
Arranhava seu pescoço desde seu peitoral, arrancando-lhe suspiros e ares. Eu o amava cada traço seu cada detalhe seu, o jeito como ele me ama me matava os poucos, mas eu amo esta dor e odiaria viver sem ela. Ele e eu redefinimos o que é estar doentes de amor, apesar de todas as brigas ele ainda faz meu coração se acelerar mesmo quando estar a gritar comigo.
Quando havia me dado conta da noção do tempo, estávamos nus, seu corpo se encaixou ao meu perfeitamente como se fossemos feitos um para o outro. A Cada beijo seu, a cada toque fazia-me arrepiar, amava a sensação que causava-me quando um completávamos ao outros.
Meus gemidos surgiam incontrolavelmente dos meus lábios enquanto sentia seus lábios quentes no meu colo. O mundo ao nosso redor não importava, era apenas eu e ele. Minhas unhas cravadas em suas costas as arranhava sem dó nem piedade com quanto mais força ele estocava-me fazendo meu corpo dar solavancos para trás. Meu corpo pedia por mais, o prazer consumia cada vez mais a mim.
Seus lábios tomaram os meus curando todas as minhas feridas, todas as minhas magoas, todas as minhas lagrimas. Ele era meu tudo e ao mesmo tempo meu nada, ficar sem ele era como se eu ficasse sem meu ar.
Esgotei-me chegando ao meu limite e depois de entocar-me por mais algumas vezes, logo ele havia chegado ao seu ápice também. Caiu ao meu lado torpemente cansado e eu o abracei deitando-me sobre seu peitoral, podendo sentir e ouvir seu coração em batidas descompassadas assim como nossas respiração, aquilo era a melhor sincronia que eu já havia ouvido em anos.
Seus lábios quentes e avermelhados tocaram-me a testa e eu fechei os olhos fazendo desenho invisíveis com meu indicador em seu peitoral, este era um momento raro que se adequava a nós dois, sempre que terminávamos de fazer amor, Harry se afastava e ficava mais frio que o normal, mas hoje o fez diferente, ele fora carinhoso, abraçando-me e me aninhando como se não quisesse mais soltar-me, estes momentos por mais raros que fossem eram únicos e eu os amava.
Nosso amor pra muitos não era lá o que se chamava de perfeição, mas pra mim nosso amor por mais que defeitos tinha era perfeito, isso o que existia entre nós era maior do que qualquer coisa, mais forte do que êxtase. Pertencíamos um ao outro. Ele era meu Romeu e eu a sua Julieta, ele era meu Clyde e eu a sua Bonnie e juntos completávamos as nossas metades.
— eu não queria falar aquilo com você sabe... – desabafou ele suspirando e eu abri meus olhos vagamente podendo enxergar sua expressão arrependida ergui minha mão tirando os poucos fios de seus cachos que estavam sobre sua testa e encarei seus belos olhos verdes. – foi da boca pra fora, eu estava fora de controle e quando explodo simplesmente falo o que não devo sem pensar. – dissera ele acariciando minha face me aproximei beijando seus lábios. – eu te amo... – sussurrou ele. –
— Harold, não importa quantas vezes você pise feio na bola, eu também te amo, você é um imbecil eu sei, mas é o meu imbecil, por mais que louco você seja eu amo a sua loucura. – disse e ele me selou singelamente um sorriso surgiu em seus lábios, eu amava aquele sorriso, aquela era uma das maiores razões por continuar seguindo a frente com aquele relacionamento. –



N/A: em breve trarei o imagine do Horan que pediram e do Zayn que é Hot que tambem pediram bjoocas espero que gostem

Nenhum comentário:

Postar um comentário